sábado, 27 de setembro de 2008

Hoje tem dose dupla...

Depois de quase um mês de molho em casa devido a problemas psicológicos (crise dos 24) e físicos (joelhite aguda), eis que a loira pisteira resolve voltar à ativa.
E como bandida que é bandida nunca anda sozinha, depois de algumas ligações, o veredicto final da quadrilha: um baile funk pixulé...
(e algum não é?)
Chegando ao local, a ambientação de praste... Muitas “inhas” de shortinho e sainha, além de muitos “nénzinhos” dando palhinha de playboy, mas chegando de Kombi e descendo na porta...
(hahaha)
Já que a ordem da noite é dançar muito, vamos à pista. E é aqui o palco dos palhaços mais bizarros... Depois de umas geladinhas para relaxar as idéias, e definitivamente fazendo o papel de “gringas do funk”, vamos a pequenos flashbacks...
Um dos primeiros seres esquisitos a se aproximar, era o típico palhaço banguelinha... Na escuridão do ambiente, nem a mais míope das criaturas deixaria de reparar na falta peculiar de um lateral esquerdo! (argh...)
Na seqüência, o tipo mais comum, o palhaço bebum... Depois de uma olhada básica, o ser, encantado com a gringa loira pára e a observa. Nitidamente obcecado, e após ficar cerca de 15 minutos só babando e vendo outros palhaços zumbis tentarem a sorte no picadeiro, com seu andar sinuoso e seu olhar estrábico 69, ele se aproxima....
(ai q medo!!)

- Posso falar com você?
- Já está falando!
- Eu to separado da minha esposa há 6 meses....
.
( Pausa para cara de interrogação... “E o Kiko?” )
.
- .... ela me procurou ontem... Queria fazer amor! Eu não fui não, sabe... Acho que ela ta armando..
.
(ok ok... pára tudo, sente a cena: Catra no palco bradando aos 4 cantos “relaxa na pica, relaxa na pica” e o cidadão vem desabafar com uma rebolativa bandida loira piriguete...
Coitado, além de bêbado o cara está com problemas pessoais. :\
Incorporando a Madre Teresa Boazinha Loira, cruzo os braços e o interrogo com aquele olhar malicioso de “essa vai para o blog”)
.
- É mesmo cara... Vocês tem filhos?
- Temos não... 7 anos juntos. Eu sempre fui aproveitador da vida (neologismo clássico de bêbado), já vendi um apartamento para ir passar o carnaval na Bahia! (aff..)
- E vocês terminaram por isso?
- Não, isso foi antes de casar com ela... Mas com você não... eu vou te levar para muitos lugares, vou te amar de manhã, de tarde e de noite; vou te amar até a gente ficar bem velhinho. Vou conquistar você todo dia e todo dia você vai ser minha....
.
- haaaaaaahahahahahahahahahahaha!
O palhaço foi interrompido com uma louca gargalhada, à la pombo-gira...
.
(Nãooooo, não creio nisso! E eu achando que o meu radar de maluco tinha caído em desuso devido ao tempo que fiquei afastada... )
.
- Ei mozão, quantos anos você tem?
- 30... Sente o meu corpo, me dá um abraço forte!
.
(Em cena... O palhaço levantou a blusa, puxou minha mão e tentando ardentemente me abraçar, gritou: “Sente meu corpo vai “...
Seria irrelevante comentar que vários espíritos sem luz que nos rodeavam observavam a cena hilária...)
.
- Êêêêêêêêêpaaaaaaaaaaaaaaaa! Fala mas não toca!
.
Depois de trocar mais umas duzentas frases totalmente abafadas pelos berros do “cantor” (haha, não me faça rir) que se apresentava, dou uma olhada para o palco e assisto ao homem pelanca ao som de “treme, treme, treme, ...”
Juro que tentei praticar a boa ação do ano, mas não obtive muito sucesso...
Entrego os pontos e vou até o bar... A única solução é “beber, cair, levantar”!!
.
Parte da noite foi deletada da mente... efeito da loira gelada ou apenas um mecanismo de defesa do meu seletivo cérebro loiro? Complicado saber...
.

3 comentários:

mythos disse...

cara,

me divirto muito lendo estes posts todos!!
Essa mulher tem o dom de escrever!!
Juro que ela só tem história maneira!!!

linda!! Voce é 10!

Peter disse...

achei e gostei...

Loira em apuros disse...

Esses meninos estão doidos para se verem descritos no meu blog... huahauahuaa